sábado, 9 de agosto de 2014

Ingratidao


Hoje vamos falar de ingratidão...Nao acredito que temos que ser grato por algo ou ha alguém pelo resto da vida e lembrar disso a todo momento para demonstrar o quanto somos agradecidos, mas temos que ter a consciência e o carinho para com quem nos ajuda, nos estende a mão a quem nos socorre, muito se vê por ai pessoas que precisaram tanto de alguém teve ajuda e depois essa pessoa já não  servia mais, ela passa a ter muitos defeitos e até mesmo a ser desprezada por quem tanto ajudou.

Na Vida temos que aprender o dom de se colocar no lugar do outro, perguntar a si mesmo e se fosse comigo? temos que levar em consideração os atos bons da pessoa, defeitos todos nós temos mas quem somos  nós para julgar alguém? O importante na vida é saber que em algum momento fomos ajudados e que essa pessoa que nos abriu a porta de sua casa de seu coração sem se importar com nossos defeitos fechando os olhos e pensando somente que naquele momento precisava ajudar, essa pessoa tambem não é perfeita, mas acima de tudo é um ser humano que  se magoa e se entristece e não há dor maior que a dor da ingratidão, mas o ser humano esquece que aquele que o ajudou um dia pode também precisar de ajuda e não de criticas e julgamentos, vejo isso principalmente naqueles que se dizem fervorosos em sua religião, eles passam a achar que são os únicos certos, os únicos que serão salvos, os únicos dignos de confiança, que andam sempre no bom caminho, quando na verdade não é bem assim, quero com isso dizer que precisamos de mais amor no coração e ao próximo  do que de religião, precisamos saber que o outro sente tudo que nós sentimos, que aquela pessoa que hoje você tanto julga um dia lhe estendeu a mão sem pedir nada em troca, tente ajudar, ou pelo menos não atrapalhar ou jogar pedras, olhe pro seu passado em algum momento você também não errou? não leve na sua alma a marca da ingratidão, leve no seu coração o grande papel que a vida nos da de vive-la  sem pre-conceitos, sem querer que o outro seja perfeito, sem querer achar que você pode tudo mas o outro não, enfim ser humano é ser gente e ser gente é entender que a perfeição nao existe portando saber lidar com as emoções é o caminho para entender o sentimento do proximo assim fazer um mundo melhor

Monica Souza


Postar um comentário